11.8.06

é difícil ajudar a combater o tráfico de animais!

Presa, mas sua natureza é...

A gente sempre ouve por aí, aos quatro ventos: "o cidadão deve ajudar a combater o tráfico de animais!". Ahã.

Passeando pela rua dos Pinheiros, em São Paulo, me deparei com a vitrine de um pet shop que ostentava uma arara canindé, dessas de encher os olhos. Ela estava dentro de uma sala de vidro de 2 metros de largura por 2 de altura. Entrei, pedi informações: R$ 2 500.

Até então, o tratamento do vendedor era pra lá de cordial. Mudou de tom quando pedi a documentação que autorizava a venda.

-Quem é você?
-Por que você quer saber? Para me passar a documentação, você tem que saber quem eu sou? Uma cliente, oras - respondi. Não obstante, a grosseria continuou:

- A gente tá legal aqui, não tem nada de errado com essa arara! - e de novo a pergunta, em tom de voz maior ainda: quem é você?

- Sou jornalista.

Peguei a papelada, tirei o bloco da bolsa e comecei a anotar todos os dados da tal documentação do Ibama (desculpe, mas tirando raras exceções de trabalhadores honestos, que certamente existem, no geral Ibama e nada pra mim é quase a mesma coisa).

A essa altura, os clientes saíram da loja para me ver, o vendedor bruta montes mal educado escoltava outro funcionário da loja como se eu fosse alguma terrorista...um auê. Pelo tratamento que recebi, só poderia sair dali bem desconfiada.

Sempre ouvimos ongs e órgãos ambientais dizendo que o cidadão comum é fundamental no combate ao tráfico de animais silvestres. No entanto, as ferramentas que as pessoas têm são tão deficientes que só insiste no assunto quem realmente está com pique de ir até o fim.

Fiz a denúncia pelo site da Renctas (uma das organizações mais conhecidas no quesito "animais silvestres"). A ong me informou dois telefones do Ibama, dizendo que a denúncia deveria ser feita desta forma. Liguei e um deles só dá ocupado, enquanto o outro ninguém atende. Contatei novamente a Renctas e me passaram ooooutro número do Ibama, tão ineficiente quanto. Haja paciência pra ajudar a combater o tráfico de animais!

Um mês depois passei na mesma loja e arara não estava mais lá. Ou tiraram ela da vitrine, ou ela foi vendida e agora deve estar em alguma jaula por aí, enfeitando uma sala de estar.

Quando uma ong especialista no assunto reencaminha você e sua denúncia a órgãos públicos cujos telefones não funcionam, como podemos ajudar? Pergunta que ainda faço e que nem a Renctas, nem o Ibama, conseguiram me responder.


...voar!

Save the planet!

9 comentários:

Anônimo disse...

É, também passei na frente dessa loja e a arara não estava mais lá!

Anônimo disse...

bem que eu desconfiava que a rencatas não era tudo isso.

Vã irmã! disse...

Oi irmã

passando pra visitar seu blog e pra te mostrar dois links
o primeiro é uma pesquisa
http://www.ambientebrasil.com.br/enquet.php

e o outro é desse candidato.. achei interessante.. mesmo ainda acreditando na campanha pelo voto nulo..

http://www.claudiocavalcanti.org/

beijocas

Vã disse...

irmããã..

já disse o orgulho q tenho de vc?!

Vã disse...

Qto mais eu vejo mais eu quero comentar..

pq não incluir um link de vegetarianismo na sua listinha??

Karina- Eco-Repórter-Eco disse...

Van irmã: boa, obrigada!

André Luiz Gomes disse...

Olá Karina,


Escrevo a fim de parabenizá-la por sua matéria sobre a crueldade contra os animais, publicada na Revista Ragga desse mês. Recebi a revista num shopping aqui em BH, e fiquei muito feliz ao saber de seu trabalho na defesa dos animais e do meio ambiente, e compartilho inteiramente de sua opinião. A crueldade aos animais é algo realmente insano; e se estende ao nosso estilo de vida alimentar. Como sou vegetariano há dez anos, a reportagem despertou-me especial interesse; além de muito bem escrita, retrata algumas barbaridades com as quais nos deparamos.
A indiferença da sociedade é o que mais me assusta. Ainda bem que existem pessoas sensíveis e sensatas como você, procurando por meio de sua profissão, retratar e repudiar tais atrocidades cometidas pelo homem contra sua fauna e flora.
Congratulações também pelo blog, bastante interessante. Adoraria trocar outras idéias com você sobre o assunto, se possível.
Parabéns, e tenha-me como um grande aliado a sua causa.

Cordialmente,

André

Karina Eco-Repórter-Eco disse...

André!
Muito, muito obrigada por suas palavras. Esse retorno é maravilhoso, dá uma sensação boa de dever cumprido e, mais ainda, me fortalece porque vejo quanta gente legal compartilha do mesmo anseio que eu: cuidar deste planeta.
Não estamos sozinhos e quanto mais encontro pessoas como você pela frente, mais forte me sinto para lutar pela causa.
Fique à vontade para escrever quando quiser. Meu e-mail: ecoreportereco@yahoo.com.br
beijo e obrigada!
Save the planet!

carlos roberto batista disse...

Moro em Sereno distrito de cataguases,a Rua João Batista Correia Neto,n 70 tele. 032 34233171.Em minha rua existe 6 arvores centenarias que um vereador e o fiscal da prefeitura queriam cortar,mas foram impedidos pelo promotor do meio ambiente.Nessas arvores moram diversos macaquinhos que estão sendo ameaçados porque eles querem fazer uma poda drastica e com isso os macaquinhos iram morrer pois eles vivem lá a muito tempo.Na TV se fala muito na natureza mas na pratica não é nada disso.Já passei E MAIL para op ministro do meio ambiente e ele nem se tocou,oIbama empurra para a policia florestal e a florestal para frente.Por isso eu gostaria de pedir a voce ,caso eles aparecerem esta semana para deixar a arvore só noTOCO sem galhos sem nada que eu morrerei junto com os macaquinhos debaixo de uma motoserra,porque o prefeito e a camara de vereadores são uns imcopetentes que autorizam a derrubada e a matança dos macaquinhos.Peço que a voce que não deixe que a minha morte seja em vão,continue a gritar para mim,salve a natureza,pois o governo só faz propaganda enganosa.Quando eles chegarem aqui para a poda drastica eu vou fazer outro comentario para voce saber que esta morrendo um brasileiro que tentou salva a natureza.Obrigado por deixar eu escrever no seu blog,desculpe alguma coisa pois estou nervoso e ansioso para ver meu problema resolvo.Um abraço; wwwrpbertobatista@bol,com.br