21.6.07

ele conseguiu o direito de não dissecar animais

Cãozinho clicado por Gustavo Buriola
Róber Freitas Bachinski tem 20 anos, é estudante de biologia do curso da UFRGS e conquistou na justiça, por meio de uma liminar do Juiz Federal Cândido Alfredo Silva Leal Júnior, da Vara Ambiental de Porto Alegre, o direito de não dissecar animais - algo inétido no Brasil.

“Há métodos substitutivos, gratuitos inclusive, em sites que emprestam vídeos e programas de realidade virtual, mostrando que os alunos adquirem maior conhecimento nessas práticas porque não sofrem a pressão de ver o animal naquele estado”, afirma Róber. O aluno ganhou a liminar com o apoio das ONG's Movimento Gaúcho de Defesa Animal e Instituto Jus Brasil.
De acordo com a liminar, "é um direito do aluno manter-se fiel às suas crenças e convicções, não praticando condutas que violentem sua consciência nem vendo-se privado de suas possibilidades discentes por conta disso (art. 5º-VI e VIII da CF/88)”. Com relação à postura que a universidade deve adotar, definiu que "o professor e a instituição de ensino não podem impor aos alunos uma única visão didática, sem respeitar outras alternativas disponíveis e viáveis, uma vez que isso afronta os valores constitucionais do pluralismo político (art. 1º-V da CF/88), a liberdade do aluno (art. 5º-VI e VIII da CF/88) e a diretriz constitucional de que o ensino deve respeitar o pluralismo de idéias e concepções pedagógicas (art. 206-III da CF/88)”.

“As pessoas entram no curso por gostarem de animais, por quererem protegê-los e já no primeiro semestre se vêem obrigadas a matá-los ou a fazer vivissecação, abrindo o bicho mesmo ele estando vivo”, diz.

Enquanto muitas universidades não acreditam que podem ensinar de outras maneiras, a justiça determinou que isso deve ser feito, pois é direito do aluno não querer agir contra a própria consciência. De acordo com o estudante, “muitos alunos sentem-se oprimidos ao questionar os métodos tradicionais de ensino e esquecem-se que cientistas são aqueles que procuram soluções criativas para os problemas da sociedade”.

Save the planet!

Um comentário:

Imaginação Mídia Educação disse...

Olá pessoal somos dois artistas gráficos gauchos(mais precisamente da cidade de Bento Gonçalves)e criamos alguns personagens estes de nome Força Eco…para abordar assuntos como meio ambiente,recursos renováveis,aquecimento global entre outros…tudo de forma ludica,para que a galerinha tenha um melhor entendimento e uma melhor absorção dos fatos e suas conseqüências no meio em que vivemos gerando assim uma conscientização ambiental para o hoje e para o amanhã…se vocês quizerem conhece-los melhor os personagens como o projetos estão convidados …o site é

http://forcaeco.blogspot.com
ou entrem em contato pelos e-mails:
fabiocartum@yahoo.com.br
ou douglashqs@yahoo.com.br

Desde já agradecemos a atenção.