27.2.07

saiu na mídia

Foto de Daniel Beltra/Greenpeace


Confira os destaques do dia 27 de fevereiro:

Saiu no Estadão
Cargill perde porto irregular no Pará
"O Ministério Público Federal requisitou ao Ibama a paralisação do porto da Cargill em Santarém (PA), por onde a empresa escoa a produção de soja. O Ibama tem dez dias para fiscalizar e fechar o porto. A disputa judicial entre a Cargill e o Ministério Público começou em 2000 - agora não cabe mais recursos contra a decisão. O porto foi construído sem estudo de impacto ambiental, obrigatório pela legislação brasileira para obras deste porte".

Saiu na Folha
Exploração de área indígena terá licitação
"O Ministério da Justiça concluiu projeto de lei para regulamentar a exploração mineral em terras indígenas. A atividade deverá ser feita mediante licitação, com preferência para cooperativas de índios que se credenciarem na concorrência. O texto prevê também pagamento aos índios donos da terra e a um fundo destinado a todos os povos indígenas. Pelo projeto, que será encaminhado ao Congresso no máximo até abril, o interessado - governo federal, empreendedor ou a etnia dona da terra - deve apresentar o pedido de exploração ao Ministério das Minas e Energia".

Governo quer incentivar venda de orgânicos
"O governo quer desenvolver políticas públicas para que o país lidere as exportações de produtos orgânicos. Para isso, a Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento passa a divulgar a partir deste mês os dados referentes às exportações brasileiras de produtos orgânicos. O objetivo é estimular os exportadores a registrarem que o produto embarcado é orgânico, para melhorar o controle do governo. De agosto de 2006 a janeiro de 2007, o Brasil exportou US$ 5,5 milhões em orgânicos. O Brasil é o quinto maior produtor mundial de orgânicos e exporta aproximadamente 60% de sua produção".

Manifestantes fecham ponte em protesto contra transposição
"Cerca 300 pessoas, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), participaram ontem à tarde de uma manifestação contra a transposição do rio São Francisco. Os manifestantes interditaram por 35 minutos a ponte Presidente Dutra, que liga as cidades de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE), e invadiram a 3ª Superintendência Regional da Companhia de Desenvolvimento do São Francisco, em Petrolina, desocupada por volta das 17h30. Segundo a PRF, trabalhadores rurais, sindicatos, ONGs, pescadores e índios participaram do ato".

Tem mais!
Envolverde
São Paulo vai barrar entrada de madeira ilegal da Amazônia

Instituto Akatu
Governo tem oportunidade de exercer o consumo consciente

O Eco
Aquecimento local

Diário do Amazonas
São Sebastião aprova projeto que abre caminho para verticalização

Estadão
O faroeste brasileiro

Save the planet!

Um comentário:

tata disse...

Oi Ká, realmente, gostei muito da idéia, não sei se você faz isso sempre, mas acho muito interesante saber oque esta acontecenco com o meio ambiente por todo o Brasil, isso sim que é toda a informação para todos!!! Bjaum, tata!!!